Como fazer SEO no WordPress com Rank Math

Esta é uma Checklist SEO para quem acabou de iniciar um website WordPress e quer saber mais sobre o principais ajustes de SEO com o plugin Rank Math.

Search Engine Optimization é a única opção viável para atrair tráfego para o seu site sem custos adicionais. Essa Checklist de SEO vai te ajudar a ficar em dia com Google!

Atualmente 15 dos 50 sites mais usados ​​e de alto tráfego do mundo são os mecanismos de pesquisa do Google.

Se você não se preocupar com SEO para atrair usuários para o seu site você está perdendo uma grande chance.

O que faz o plugin Rank Math?

O SEO é a fonte mais consistente de tráfego para qualquer site e o plugin Rank Math é essencial para ajudar todos os proprietários de sites a terem acesso às ferramentas de SEO necessárias para melhorar seu SEO e atrair mais tráfego para o site.

O processo constante de otimizar seu conteúdo pode levar mais tempo do que realmente escrever o conteúdo.

Se você acredita que pode fazer mais na área de SEO do seu site, mas não tem tempo, então o Rank Math é uma excelente opção gratuita.

Além disso, o Rank Math possui uma excelente integração com o Elementor, que facilita muito a configuração do SEO das suas páginas e posts.

Veja os recursos exclusivos do plugin Rank Math SEO e entenda por que é possivelmente o melhor plug-in SEO para WordPress.

  • Rich Snippets: A cada artigo você pode escolher qual a melhor marcação Schema usar, como Article, Video, BlogPost, etc;
  • Palavras-chave ilimitadas: Ao contrário de outros plugins de SEO, o Rank Math permite otimizar seus artigos com palavras-chave em foco ilimitadas;
  • Análise avançada de SEO: Com apenas um clique, o Rank Math pode realizar uma auditoria de SEO do seu site com mais de 34 testes detalhados de SEO;
  • Redirecionamento inteligente: O gerenciador de redirecionamento inteligente incorporado ajudará você a criar, gerenciar, excluir, ativar ou desativar redirecionamentos em grande escala sem nenhum outro plugin externo;
  • SEO Local: O plugin foi projetado para ser usado por sites globais e sites locais. Com seus recursos locais de SEO, os sites locais podem se destacar nos SERPs e atrair mais tráfego.
  • Breadcrumbs otimizados: O Rank Math pode exibir Breadcrumbs otimizados para SEO em todos os sites, mesmo que o tema não seja compatível com a codificação Schema.org.
  • Monitoramento de Erro 404: Monitor de erro 404 integrado que ajuda a encontrar e resolver erros 404 para uma melhor experiência do usuário.
  • Análise de Conteúdo Profunda: O SEO On-Page não é mais um mistério com a análise de conteúdo do Rank Math e as recomendações precisas de SEO.
  • Sugestões de links internos: O Rank Math sugere inteligentemente outras postagens do seu site para links internos das postagens atuais, melhorando as chances de classificação mais alta nas SERPs.

O Rank Math é um plugin fantástico para WordPress e pode realmente ajudar o seu site a alcançar o topo das buscas do Google.

O Rank Math é um plugin gratuito e pode ser obtido no diretório de plugins do WordPress neste link e possui um desenvolvimento ativo, lançando vários releases com muita frequência.

Checklist SEO para WordPress usando Rank Math

Neste tutorial, vou mostrar como você pode usar a análise de conteúdo do Rank Math para otimizar suas postagens, como pontuar 100/100 nos testes e configurar seus artigos para receber o maior tráfego dos mecanismos de pesquisa.

Quando você cria uma nova postagem, um de seus objetivos é obviamente atrair tráfego para ela, e os recursos de análise e otimização de conteúdo do Rank Math são projetados para atingir exatamente isso.

Com cada postagem que você cria, o Rank Math ajuda a otimizar sua postagem para receber o tráfego máximo, fornecendo recomendações estratégicas com base no seu conteúdo.

Se você seguir todas as recomendações dessa checklist, seu artigo será completamente otimizada do ponto de vista de conteúdo, e a probabilidade de sua classificação de conteúdo também será maior.

Então segue abaixo uma Checklist de SEO para você que é novo no WordPress e não sabe por onde começar. Vamos lá?

 Inclua Palavras-chave no conteúdo

O Rank Math é fantástico para você analisar a qualidade do seu conteúdo em relação às palavras chaves escolhidas.

Os motores de busca procuram palavras naturalmente no seu conteúdo, além de frases e palavras relacionadas.

Portanto essas palavras-chave expressam aos mecanismos de pesquisa sobre o assunto do conteúdo e aumentará os visitantes e sua classificação.

O Rank Math é fantástico para você analisar a qualidade do seu conteúdo em relação às palavras chaves escolhidas.

Além disso o plugin te entrega um assistente virtual que analisa seu conteúdo a cada parágrafo digitado e te dá uma nota.

Chegar em 100/100 é fundamental para se posicionar no Google.

Inclua palavras-chave no URL

Um URL curto oferecerá um entendimento simples para usuários e então os mecanismos de pesquisa compreenderão melhor que se trata a página ou artigo.

O ideal é que os URL do seus artigos tenham até 75 caracteres, como recomenda o Rank Math.

Use traços em vez de sublinhados nos URLs da página. Sublinhados são caracteres alfabéticos e não separam palavras.

Traços (ou melhor, hífens) são separadores de palavras, mas não devem aparecer muitas vezes ou podem parecer spam. 

Para saber mais sobre esse assunto, confira esta postagem de Matt Cutts do Google (um veterano, mas um gênio). Este artigo é um clássico:

https://www.mattcutts.com/blog/dashes-vs-underscores/ (Em inglês)

Você também deseja que os URLs sejam descritivos e contenham palavras-chave, sem serem spam.

Verifique a densidade das Palavras-chave

Embora as palavras-chave sejam a característica mais importante no ranking, usar as mesmas palavras-chave em excesso pode afetar o seu status no ranking e também no sistema de avaliação do Rank Math.

Portanto é bom fazer um bom acompanhamento da densidade de palavras-chave usando uma ferramenta on-line do plugin do RankMath.

Entre 0.7% e 1% de densidade de palavras-chave é ideal para um artigo.

Fique de olho no Tamanho dos Artigos

O tamanho do seu artigo terá um papel fundamental para ganhar uma boa classificação.

Quanto mais conteúdo relevante você colocar na sua página, melhor você será classificado.

Esse é um item fundamental na sua Checklist de SEO com RankMath e também durante o processo de criação de conteúdo.

A quantidade de conteúdo necessário em uma página da Web varia de acordo com o tópico, a palavra-chave, a concorrência e a intenção da consulta.

O três principais tipos de pesquisas são:

  1. Transacional: Essas consultas acontecem quando um usuário pretende comprar algo agora. Procurar a marca e modelo exatos de um produto sugere a intenção de comprar.
  2. Informativo: Essas são consultas orientadas à pesquisa. As pessoas costumam pesquisar antes de uma transação futura. Por exemplo, uma pesquisa pelas “melhores escovas de dentes elétricas” indica que o pesquisador provavelmente comprará uma no futuro próximo.
  3. Navegação: As consultas de navegação ajudam o pesquisador a chegar a algum lugar, seja online ou no mundo físico. A pesquisa do nome de um restaurante, por exemplo, levará o usuário ao site, número de telefone ou endereço físico do restaurante.

Quantas palavras são suficientes? Não há uma regra exata mas existem muitas pesquisas sobre esse assunto.

Para determinar um tamanho mínimo aproximado da página, verifique os URLs com a melhor classificação para uma palavra-chave que você está segmentando. Quanto tempo duram essas páginas?

A média dos principais concorrentes dá a você uma estimativa do que um mecanismo de pesquisa considera a contagem normal de palavras para esse tópico.

É seguro dizer que as páginas da Web Transacionais ou de Navegação quase sempre justificam um tamanho médio de texto, com pelo menos 600 palavras no Rank Math.

Conteúdo de qualidade é fundamental. A atualização do Panda do Google, que agora faz parte do algoritmo principal, detecta conteúdo de baixa qualidade e rebaixa sua classificação. 

Portanto, evite o “Thin Content” que é o nome dado para páginas com pouca contagem de palavras.

Crie artigos realmente longos é uma tática usada há anos pelos mestres de SEO e o Rank Math só dá a nota 100/100 para artigos com mais de 2500 caracteres.

Fique de olho no Tamanho dos Artigos

Concentre-se na cobertura robusta dos tópicos do seu site para provar sua experiência no assunto.

Tag do título (<title>)

Em geral, as tags de título devem ter cerca de 9 palavras (entre 6 e 12). 

Você deseja garantir que a tag de título de cada página seja única e descreva as informações mais importantes sobre a página.

Use a palavra-chave top antes do ponto de corte na SERP, que no Google tem atualmente 600 pixels ou aproximadamente 60 a 70 caracteres, incluindo espaços. 

No Editor de Snippets do Rank Math você pode acompanhar se o título do seu artigo ou página está no tamanho recomendado.

Lembre-se de que a tag title geralmente se torna o título que os pesquisadores veem nos resultados da pesquisa. 

O texto do título e da descrição pode influenciar os cliques no seu site. Crie títulos  atraentes pois você não quer desperdiçar principal ativo na SERP com uma cópia chata.

Verifique a Descrição Meta de todas as páginas

A meta tag description também deve incluir as informações e palavras-chave mais importantes no início.

Se o mecanismo de pesquisa optar por exibir o texto de descrição, ele incluirá aproximadamente 24 palavras ou 160 caracteres com espaços.

O RankMath é capaz ainda de exibir a quantidade de pixels que possui a meta do seu site.

7ef8c6d9 64ef 4089 8d19 05098cda8e0e

Lembre-se de que o Google se reserva o direito de substituir o texto da meta descrição por um snippet de pesquisa gerado pelo Google, que geralmente é extraído do conteúdo do corpo da página.

Um snippet de pesquisa aparece em vez da meta descrição sempre que o Google considera o snippet de texto mais relevante para uma determinada pesquisa.

O Rank Math permite que vice visualize como será exibida a meta na SERP. Além disso você poderá customizar o OpenGraph de cada artigo.

Tags de cabeçalho

Os títulos permitem que o leitor veja as principais seções e pontos de uma página.

Eles fornecem pistas visuais de como o conteúdo do corpo é organizado.

Eles também sinalizam para os mecanismos de pesquisa e leitores quais tópicos são abordados em uma página.

Como ponto técnico, verifique se o primeiro cabeçalho no corpo de uma página é um <h1>.

As seguintes tags de cabeçalho podem ser <h2>, <h3>, <h4>, etc e devem ser usadas como o índice de uma página.

O uso do plugin Easy Table of Contents faz parte das boas práticas do Rank Math.

Eu uso o TOC aqui no blog e cria automaticamente um Índice para facilitar a navegação dos tópicos em artigos grandes pode ajudar muito nos fatores de indexação do seu site.

Tags de cabeçalho no RankMath

Os elementos de navegação e outro texto global devem ser estilizados com CSS e não com tags de cabeçalho.

Use as tags de cabeçalho para estruturar o documento e não para formatá-lo.

Links internos são essenciais

Se o seu site tem várias páginas você poderá manter uma boa estrutura de vinculação interna com links para artigos e páginas relacionadas.

O RankMath sugere automaticamente os melhores artigos baseado em tags e categorias. Isso é uma mão na roda para quem escreve o conteúdo direto no editor do Gutenberg ou Elementor.

Os links internos são essenciais para que o Google conheça melhor o seu conteúdo e siga os links para indexar novas páginas no seu site.

O RankMart sugere automaticamente os melhores artigos baseado em tags e categorias.

Isso irá melhorar a sua posição uma vez que os motores de busca se movem através dos links no conteúdo para listar as páginas relacionadas com a palavras-chave.

Use imagens otimizadas

Imagens e guias visuais são vitais para uma melhor compreensão do seu conteúdo.

Eles comunicam a mensagem com mais eficiência do que o conteúdo simples e criam um intervalo de descanso ao longo de grandes artigos.

O apelo e a facilidade de acesso às informações que você criará por meio de gráficos reduzirão o ritmo de rejeição de suas páginas, o que faz com que os usuários permaneçam.

Para que seu site seja rápido e eficiente durante o carregamento é necessário que você comprima as imagens e recorte no tamanho que serão usadas.

Evite enviar imagens com 1920×1080 de tamanho para usar em thumbnails de 400px.

Essa otimização há algum tempo pode ajudar seu posicionamento nas buscas.

Atributos Alt nas imagens com Rank Math

Certifique-se de incluir um atributo alt em cada imagem. A Lei dos Americanos com Deficiência (ADA) diz que um site deve sempre descrever a imagem em uma página para deficientes visuais.

A acessibilidade é importante para o Google e ter atributos alt é o principal indicador de que seu site está acessível.

Como um item da lista de verificação de SEO, verifique se suas imagens têm texto alternativo preciso que, se apropriado, inclui uma palavra-chave para a página.

Você pode acessar o módulo do Rank Math chamado Image SEO que possui 2 opções extremamente úteis: Adicionar ALT e TITLE automáticas.

Atributos Alt nas imagens

O ideal é que você mesmo inclua o title e alt individualmente nas suas imagens, mas cado você seja esquecido ou está migrando de algum outro plugin, essas duas opções podem começar a ajudar você imediatamente.

Os atributos Alt também são necessários para o código HTML validado (de acordo com os padrões W3C).

Marcação de dados estruturados

Os dados estruturados esclarecem para o mecanismo de pesquisa o conteúdo da sua página.

Especificamente, ajuda os mecanismos de pesquisa a entender que tipo de informação você está apresentando.

Por exemplo, você pode usar a marcação de dados estruturados para indicar um próximo evento que sua empresa está hospedando, especificando sua data, hora, local e outros detalhes.

Conhecendo o Schema.org

Schema.org é uma atividade comunitária colaborativa com a missão de criar, manter e promover esquemas para dados estruturados na Internet, em páginas da Web, em mensagens de email e muito mais.

O vocabulário Schema.org pode ser usado com muitas codificações diferentes, incluindo RDFa, Microdata e JSON-LD. 

Esses vocabulários abrangem entidades, relacionamentos entre entidades e ações e podem ser facilmente estendidos por meio de um modelo de extensão bem documentado. 

Mais de 10 milhões de sites usam o Schema.org para marcar suas páginas da Web e mensagens de email. Muitos aplicativos do Google, Microsoft, Pinterest, Yandex e outros já usam esses vocabulários para proporcionar experiências ricas e extensíveis.

Fundados pelo Google, Microsoft, Yahoo e Yandex, os vocabulários Schema.org são desenvolvidos por um processo comunitário aberto, usando a lista de discussão [email protected] e por meio do GitHub.

Um vocabulário compartilhado facilita para webmasters e desenvolvedores decidir sobre um esquema e obter o benefício máximo por seus esforços. 

Google Rich Snippets

Se o Google tiver clareza sobre o que é o que há no seu site, informações adicionais poderão aparecer nos seus resultados de pesquisa.

As diretrizes do Google descrevem os três formatos suportados:

  • JSON-LD (recomendado)
  • Microdados
  • RDFa

O Google exige que sua marcação inclua todas as propriedades necessárias para que um objeto seja elegível para aprimoramentos em sua listagem de SERP.

Você pode escolher facilmente mais de 13 schemas em um artigo do seu blog ou em uma página.

Com o Rank Math você pode escolher facilmente mais de 13 schemas em um artigo do seu blog ou em uma página.

Para garantir que você fez tudo certo, verifique sua página ou snippet de código usando a Ferramenta de teste de dados estruturados do Google que pode ser acessada gratuitamente em:

https://search.google.com/structured-data/testing-tool

Vídeos são essenciais

Nos últimos anos a promoção de vídeos surgiu como o aspecto mais significativo de um negócio.

Com a ajuda de vídeos você também pode obter classificação da pesquisa orgânica.

Etapas que você precisa seguir ao postar um vídeo:

  1. Selecione o vídeo no Youtube.
  2. Adicione uma transcrição ao vídeo.
  3. Sempre garanta que sua miniatura seja atraente.
  4. Inclua palavras-chave no título e nas descrições do meta.
  5. Faça bom uso de hashtags.

Inclua citações na página

A citação sempre tem uma chance maior de ser lida.

Elas são o local mais excelente para gerar links externos ou internos.

Existem muitos plugins para Gutenberg ou Elementor que permitem que você adicione um link para compartilhar junto às citações nas redes sociais. Vale a pena tentar.

Monitoramento de Erros 404

O Rank Math possui um recurso muito interessante que é o gerenciador de erros 404.

Basicamente todo erro 404 será registrado e você poderá verificar e criar redirecionamentos conforme necessário.

Veja como os erros são registrados:

Monitoramento de Erros 404

Nesse módulo você pode decidir qual é a melhor maneira de lidar com esses erros: Redirecionar a URL ou informar um código de erro específico.

Dentre as opções disponíveis as mais importantes são:

  • 301 Permanent Move: Você mudou a URL de um artigo e redireciona o Google e aos visitantes para a nova URL;
  • 302 Temporary Redirect: Nesse caso você diz ao Google e aos Visitantes que existe uma mudança temporária e redireciona para a nova URL;
  • 410 Content Deleted: Caso você remova a página definitivamente esse status faz com que o Google desista de indexar e sugerir a página na busca.

Com esses 3 status você poderá informar aos visitantes e também ao Google o que aconteceu com o link que gerou o status 404.

47fb4519 9b1e 4bde 947e f0f5f45d2794

Desse modo o mecanismo de busca entende o motivo de um redirecionamento e compreende que um erro 404 na verdade pode ser um erro 410.

Pode parecer pouco mas faz muita diferença.

Conclusão sobre o Rank Mah

Então esses são os principais fatores de classificação do Google para quem está iniciando em WordPress e irá usr o Rank Math como base para o SEO.

Espero que essa Checklist de SEO beneficie você e se tiver alguma dúvida sobre isso é só comentar no formulário abaixo.

Um grande abraço!

Deixe uma resposta